Avançar para o conteúdo principal

As leituras dos nossos alunos





Eu gostei da obra “O Cavaleiro da Dinamarca”, pois pela visão do cavaleiro consegui ter uma melhor perspectiva de alguns países que gostaria de conhecer.
Uma característica que também achei interessante foi o facto de a história passar a mensagem de que nunca se deve ”quebrar” uma promessa, por exemplo, o cavaleiro não se esqueceu da promessa que fez à família, tendo voltado passados dois anos a tempo da ceia de Natal, como tinha prometido.
A narrativa aborda ainda alguns momentos importantes para o nosso país e para a Humanidade, como a época dos Descobrimentos, o que é estimulante porque, assim, podemos regressar para o passado e perceber a nossa História a partir daquela que nos é contada.
Leonor Castanheiro 7.ºC

  Na minha opinião, «O Cavaleiro da Dinamarca» é uma obra muito interessante e rica. Esta apresenta-nos a Itália do Renascimento e muitos outros lugares, cada um com as suas histórias, tradições e costumes. Também nos dá a conhecer a vida das pessoas no século XV e o seu quotidiano.
A meu ver, a leitura deste livro incrível faz-nos experimentar várias sensações, a tristeza e o silêncio da floreta onde mora o Cavaleiro, o calor e o aconchego da família na ceia de Natal, a ostentação de Veneza e Florença e a adrenalina e a ânsia da chegada a casa.
Eu gostei muito e desfrutei imenso desta obra porque esta me ensinou como era a vida na época do Renascimento, os costumes, as tradições e as histórias que fizeram aquele tempo permanecer na História da Humanidade.
Manuel Fernandes 7.ºC

«O Cavaleiro da Dinamarca» é um livro muito interessante pois fala de uma bela história de Natal.
Este livro é muito bom para estudarmos pois tem diversos argumentos a debater, lições de vida, muitos casos de recursos para estudar diversos temas na Língua Portuguesa.
O livro é muito enriquecedor no que respeita o vocabulário no decorrer da história, fala de histórias, belas cidades e diz-nos que as promessas são deveres obrigatórios de cumprir.
Nesta história há uma situação muito relevante. Este cavaleiro é muito religioso e bondoso. Andou pelo «mundo inteiro» mas tinha como princípio peregrinar até à Palestina com a certeza de que voltava a casa a tempo de celebrar o Natal seguinte com a família e os criados.
Se nós acreditarmos nos nossos desejos e lutarmos por eles sempre iremos conseguir o que queremos. Temos de acreditar e nunca desistir.
Sendo assim o cavaleiro foi muito lutador ao cumprir a promessa que fez à família e aos criados.

                                                                                                          Maria Antónia Guerra Monge 7.ºC 


Comentários

Mensagens populares deste blogue

Trabalhos dos alunos do 8º ano Turmas D, F e G - Cidadania e Desenvolvimento - Realizados em articulação com a BE.

Cidadania e Desenvolvimento - 8ºE - Trabalhos realizados em articulação com a BE

Cidadania e Desenvolvimento - 7º C e D

Clique sobre a imagem.