terça-feira, 30 de junho de 2015

Dia das Línguas



A Poesia é …

Ser poeta é:
Viver numa grande solidão
É escrever a acreditar
E secretamente a esperar
Que tudo irá mudar.

A poesia é uma canção cantada pelo coração do poeta.
Tal como as folhas completam as árvores, as letras formam as palavras.
As folhas dão-nos a vida, as palavras enchem-na.
Os poetas têm os olhos e o coração do mundo. E escrevem com sentido para os olhos de quem os lê.
A poesia não tem correntes.
É um modo de libertação e de salvação.
A poesia é o mundo em verso.

Palavras:
A palavra é
A palavra pode
A palavra basta
A palavra diz.


(Alunos do 9º G)

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Dia das Línguas


A Poesia é …

As palavras podem ser sérias ou ditas da boca para fora. Podem aumentar o ego ou fazer com que se perca a autoestima. Podem construir ou destruir a vida de uma pessoa. Têm um poder no qual nem todos acreditam. Elas mudam-nos.
Ao início nem reparamos, mas tudo o que dizem tem um certo impacto na nossa mente, na nossa forma de pensar e de ver o mundo que nos rodeia.

A poesia é uma arte, cujos criadores expressam de forma metafórica as suas revoltas, as suas angústias, as suas paixões ou quaisquer outros sentimentos.
Com a poesia, as palavras ganham novas formas e significados.
Todos os versos combinados transformam simples frases em expressões sentimentalistas, que nos fazem pensar sobre a teoria de tudo, mas, principalmente, sobre nós mesmos.
A dificuldade de escrever um poema torna notável quem o faz. Não é fácil tirar de dentro de nós algo que possa ser apreciado e compreendido apenas pelos mais ricos de espírito.
Por vezes, as palavras são vistas como algo banal, mas, na verdade, são a nossa melhor forma de comunicação.
Ai o poder de uma palavra:
Ainda é mais poderosa do que a espada!


(Alunos do 9º G)

sexta-feira, 26 de junho de 2015

Dia das Línguas


A Poesia é …

Poderemos dizer que o poeta é um ser como nós?
Diremos que é um visionário? Um louco?
Ou considerá-lo-emos um louco?
O melhor será aceitá-lo como um paradoxo em pessoa,
A encarnação de uma antítese.

As palavras muitas vezes escondem, mas, ao mesmo tempo, iluminam as ideias e os sentimentos de cada pessoa.

Ser poeta não é ser pessoa
É ter vários corações
É ser Fernando Pessoa
Alguém que voa.~

Ser poeta é fazer florescer os poemas por todo o lado, fazendo com que tudo fique mais colorido e com mais sentido.
A palavra é o melhor caminho para a paz.
As palavras são mais poderosas do que as armas.


(Alunos do 9º A)

quinta-feira, 25 de junho de 2015

Dia das Línguas


A Poesia é …

- uma ligação intemporal entre o poeta e o leitor. Não importa quando ou onde foi escrito o poema. É impossível encontrar maior consolo e fiel companhia do que na palavra do poeta.

- a fonte onde nasce a esperança daqueles cuja alma se recusa a aceitar este mundo. A alma precisa de asas para voar e essas asas de luz são a poesia que nos faz pensar se temos de aceitar o que os olhos nos revelam.~

- uma arte cujos criadores expressam de forma metafórica as suas angústias, revoltas, paixões ou quaisquer outros sentimentos. Com a poesia, as palavras ganham novas formas e novos significados.

- uma forma de jogar com as palavras, um jogo livre onde só jogam os maiores.

Todos os versos combinados transformam simples frases em expressões, em ideias que nos fazem pensar sobre a teoria de tudo, mas, principalmente, sobre nós mesmos.

As palavras:

- Podem ser sérias ou ditas da boca para fora.
- Podem aumentar o ego ou fazer com que se perca a autoestima.
- Podem construir ou destruir a vida de uma pessoa.
- Têm um poder em que nem todos acreditam. Mudam-nos.
Ao início, nem reparamos, mas tudo o que nos dizem tem um certo impacto em nós, na nossa forma de pensar e de ver o mundo que nos rodeia.


(Alunos do 9º A)

quarta-feira, 24 de junho de 2015

Dia das Línguas


A Poesia é …

- o suspiro do coração.
- a escadaria para a imaginação.
- a arma do intelecto.
- a encarnação dos sentimentos e dos sentidos.
- o abrigo dos mendigos da alma; o alimento de quem pede alento; a expressão daquilo que somos e não sabemos dizer.
- a palavra do coração do poeta. É na poesia que o poeta vê a verdadeira liberdade. 

O poeta é:

- um militar, a palavra o seu carregamento.
- o motorista da poesia, a palavra o seu combustível.
- o intérprete dos sentimentos e a poesia usufrui da liberdade de criação do poeta.

O poeta é um soldado.
A poesia é uma espada.

Na guerra, o poeta é um lutador que empunha a sua arma para marcar o mundo para sempre.
A principal função do poeta, da poesia, da palavra, é criar um espelho, um reflexo da alma de todos nós. É isto que faz um soldado que representa o povo e luta para vingar as suas ideias.
A poesia nasce com uma ideia, vive de um sentimento e cresce naqueles que têm
a capacidade de sonhar.

A palavra é:

- como uma arma. Quando nas mãos erradas pode causar danos irreversíveis.
- demência sã, um caos sereno, um equilíbrio desnivelado a que o poeta se sujeita e que encara corajosamente com esperança de conseguir domar.
- uma ferida que não sara.
- talvez, a arma mais forte que a humanidade possui, capaz de dissuadir e impedir guerras, capaz de mover milhões para uma causa.
Não nos esqueçamos de que “palavras, leva-as o vento” e que, para fazermos perdurar o seu poder e rigor, devemos registá-las com caneta e papel.

O que o poeta pensa,
A palavra diz,
O leitor sente!

(Alunos do 11º B)

terça-feira, 23 de junho de 2015

Dia das Línguas


A Poesia é …



- escrever verdades, sentindo mentiras.

- a arte de sentir o que os outros sentiram, viver o que os outros viveram.

- sentimento escondido atrás das palavras.

- tudo aquilo que tu quiseres.


- um momento de inspiração que abre o nosso espírito e nos transporta para outros lugares.

- chuva de ideias que inunda as nossas almas.

- uma forma de expressar os sentimentos.

- ver aquilo que não está lá.


- o espelho da alma que só os mais nobres conseguem mostrar e que só alguns conseguem entender.

- um desabafo.

- uma arte magnífica, por vezes, muito difícil de entender.

- criar sem tocar, é música que não se ouve, é arte, simplesmente.

- arte de saber nascer, viver e morrer.

- a arte das palavras com amor, alegria, liberdade.

- a arte de fazer magia com as palavras.




(Alunos do 10ºA)

segunda-feira, 22 de junho de 2015

Dia das Línguas


A Poesia é …


- ver o mundo com outros olhos.

- aquilo que nos vai na alma.

- o que quisermos que seja.

- a música da alma.

- obra de arte, algo lindo, uma forma de expressar os sentimentos mais profundos do poeta que obriga o leitor a refletir sobre os seus próprios pensamentos.

- arte, uma visão pessoal do mundo.

- a descrição do estado da alma daquele que a escreve.


Poesia, o que é?
Lua, vida e escuridão,
Abraço que nos envolve
E não deixa sair, não.

Poesia é céu azul,
Azul de emoção.
É uma asa aberta
Para a imensidão.

Poesia é uma gruta,
Gruta de solidão
Que nos mostra um novo mundo,
Mundo sem teto nem chão.



(Alunos do 10º B)

sexta-feira, 19 de junho de 2015

Dia das Línguas


A Poesia é …

- voarmos para um mundo para além do nosso, apenas com o poder das palavras.

- uma mancha de óleo no meu coração, é ver a luz onde só existe a escuridão, é uma esperança quando tudo parece estar perdido.

- falar do que sentimos e pensamos e dizê-lo a alguém.

- uma forma de exprimirmos os nossos sentimentos.

- um coração aberto que bombeia sangue em cada verso.

- a maneira mais expressiva de um indivíduo transmitir sentimentos.

- o sentimento expresso em palavras, é um desabafo de quem sofre.

- o nosso espelho, é a nossa reflexão em palavras, versos e estrofes.

- a arte da escrita onde exprimimos os nossos sentimentos.

- uma forma de estar sociedade, que torna única a pessoa que a produz.~

- arte, palavras brincadas para transmitir sentimentos; o dom daqueles que sabem observar e refletir sobre tudo o que os rodeia.

- a forma de demonstrar sentimentos por escrito; é uma forma de viver; é uma forma de viajar sem sair do lugar; poesia é tudo...

- uma forma de expressão dos seus autores, permite-lhes escrever aquilo que sentem e pensam.

- arte de alguns; é um conjunto de emoções/sentimentos fortes.



(Alunos do 10º B)

quinta-feira, 18 de junho de 2015

Dia das Línguas


A Poesia é …

- o espelho da alma! Ela transmite-nos sentimentos como o amor e a paixão.

- a forma de me expressar com simples palavras.

- magia.

- a forma de expressarmos os sentimentos, é o espelho que reflete o nosso estado de espírito.

- uma forma de sonhar acordado.

- uma das formas de expressar o que sentimos.

- o espelho da alma, um método para desabafar os nossos sentimentos e o que vai no nosso coração.

- uma forma de nos libertarmos e de exprimir os nossos sentimentos.

- a minha inspiração, algo simples, mas necessário para me completar.

- uma escrita onde podemos exprimir os nossos sentimentos, refletir sobre a nossa vida e viajar entre o passado, o presente e o futuro.

- a maneira mais bonita para expressarmos os nossos sentimentos aos outros.

- um fogo da alma que me acalma, é uma forma de nos expressarmos.

- uma arte que nos leva a realidades inimagináveis. É uma forma de exprimir sentimentos profundos.

- a arte que espelha o que nos vai no coração e que nos toca de forma diferente.

- uma forma de expressar os sentimentos mais profundos.

- uma forma de dizer com palavras o que nos vai na alma.

A poesia toca-nos a alma e preenche-nos o coração.



(Alunos do 10º H)

quarta-feira, 17 de junho de 2015

Dia das Línguas



A Poesia é …


- a cor num mundo cinzento.

- sobretudo, Verdade.

- como escrever uma melodia sem pauta. É luz. Algo divino.

- deve ler-se com alma, com o coração.

- qualquer coisa de luminoso, harmonioso, para quem consegue entender o poema.

- tudo o que é profundo, total, verdadeiro.

- amar sem restrições.

- a simplicidade,… a liberdade de sobre os horizontes profundos do paraíso, … a flor mais bela do jardim da literatura.

- é a música dos cegos.

- é a forma mais simples de expressarmos aquilo que apenas pertence à nossa alma.

- o vazio preenchido.

- criar beleza com as palavras, criar um mundo perfeito, inatingível para o comum dos mortais.

- utilizar as palavras de forma criativa

- comunicar de forma harmoniosa.


(Alunos da turma I do 10º ano)


terça-feira, 16 de junho de 2015

Dia das Línguas


A Poesia é …

- ver o mundo com outros olhos, um meio de exprimir claramente sentimentos e emoções e tudo o que nos rodeia, tudo o que realmente interessa.

- a mais louca das loucuras.

- uma busca incessante ao lugar mais íntimo de cada ser humano.

- o infinito de cada momento.

- a mais bela das árvores da literatura.

- um modo de estar e de sentir.

- a porta da alma do poeta.

- uma tela, onde se podem encontrar palavras roucas que brotam de almas livres.

- o que cada um quer fazer da vida.

- a declaração do meu ser ao mundo que se solta iluminando as profundezas obscuras da terra.


(Alunos da turma C do 10º ano)

quinta-feira, 11 de junho de 2015

Contar, Recontar, Partilhar - Histórias do 8º E



Veja aqui  Contar, Recontar, Partilhar  o resultado do trabalho dos alunos do 8º E na disciplina de Português, orientados pela professora Sílvia Pinto, em colaboração com a equipa da Biblioteca Escolar.


terça-feira, 9 de junho de 2015

Dia das Línguas


 A Poesia é …

- ver o mundo com outros olhos, um meio de exprimir claramente sentimentos e emoções e tudo o que nos rodeia, tudo o que realmente interessa.

- uma forma do nosso subconsciente se expressar.

- a arte de transmitir sentimentos por palavras e metáfora revelando os sentimentos de forma bela e harmoniosa.

- a forma do homem mostrar o seu ser e de tornar os outros cúmplices dos seus sentimentos.

-  a realidade imaginária por detrás das letras codificadas.

-  algo de divino que só alguns têm a possibilidade de experimentar.

-  o sonho que nunca foi sonhado nem escrito.

-  a Humanidade no seu mais belo formato.

- a poesia somo nós, a luz que a escuridão deixa antever, a leda graciosidade da loucura, a exasperação que sentimos no momento.

- os olhos que pertencem apenas ao poeta, mas também os olhares que o leitor sente.

-  a música da alma tocada através das palavras.

-  não quer homens, querer amantes.

-  o brilho das estrelas, sem medo da escuridão.
                                       

              (Alunos da turma C do 10º ano)

quinta-feira, 4 de junho de 2015

Dias das Línguas


 A Poesia é …


- pintar a vida com palavras, ser livre, ter asas, … pegar no papel e deixar que os sentimentos se apoderem do lápis.

- a arte de rimar com sentimentos.

- uma arte tradicional que utiliza a linguagem para fins cruciais.

- algo complicado de se entender, mas encantador de se ler, o que está e o que não está.

- um enigma descoberto pela luz de cada leitor abençoado.

- o pensamento que nos sai da alma.

- voar pelos nossos sonhos, mesmo sem asas, é ser feliz, num mundo de fantasia.

- sorrir de olhos abertos, é um sonho a tornar-se realidade.

- o retrato oculto no espelho da alma. É a expressão do mais íntimo que nos toca em cada verso, nos encanta em cada estrofe e nos aproxima com o passar do tempo.

- alcançar o que é eterno, o acender de uma chama que perdura, a ousadia de decifrar num simples momento, o mistério que trespassa o mistério do mundo.

- uma forma de ver o mundo de olhos abertos, é aquilo que nos dá prazer.



(Alunos da turma C do 10º ano)

quarta-feira, 3 de junho de 2015

Dia das Línguas


A Poesia é …


- a expressão de sentimentos.

- o dom de exprimir sentimentos através de versos.

- um jogo cuidado com as palavras.

- o espelho da alma.

- um choro expresso sem lágrimas.

- pintar a vida com palavras.

- reflexão.

- mistério.

- luminosidade.

- um meio de abrirmos asas à imaginação.

- ver o mundo de forma livre, sem restrições, com simplicidade e riqueza.

- um mundo, uma cidade, uma personalidade diferente de todas as outras.

- um conjunto de sentimentos caóticos numa organização perfeita.

- mais que ler palavras, é ler corações.

- dizer tudo e não dizer nada.

- a vida escrita num raio de luz durante a escuridão da alma.

- escrever com a alma, com a caneta do coração e tinta de sangue.

- algo que não se descreve, mas que se sente.



(Alunos da turma D do 10º ano)

segunda-feira, 1 de junho de 2015

Dia das Línguas


Tenho tentado sobreviver
Ganhar confiança, crescer.
Ultrapassar a distância,
Definir caminhos,
Tentar não me afastar
Ou pior, fracassar.

Nunca desistir,
Passar por cima dos problemas,
Não desiludir.


É difícil não cair,
É preciso ter a força de um gigante
Para não escorregar e largar as arestas molhadas desta montanha
Mas, às vezes, acaba a vontade de vencer e prosseguir
De seguir em frente e de não desistir.


Acabarás por tropeçar,
Perder o equilíbrio,
Mas isso é o que te ajuda a aprender
A não voltares a cometer os mesmos erros
A não ter de trepar a mesma montanha

Quando chegares ao topo de uma,
E puderes finalmente descer,
Irás ver que todos aqueles medos de cair
Te fizeram crescer.


Aluna do 10º G

Dia Mundial da Criança



A IMPORTÂNCIA DA LEITURA

Seguidores